E-COMMERCE E LUXO: DICAS PARA TORNAR A SUA MARCA NUM SUCESSO ONLINE

8  minutos de leitura26 julho 2021

Com o passar dos anos, o setor de luxo mudou. Se antes atraía principalmente os clientes com grande poder económico agora torna-se, cada vez mais, acessível adquirir qualquer produto deste setor. Acima de tudo, a cada dia mais jovens compram produtos de alta qualidade e apreciam o serviço dessas marcas de luxo.

Por outro lado, o setor de luxo depende muito de clientes estrangeiros e de países do Médio oriente ou da China em particular.

Os motivos para uma marca de luxo estar presente na Internet são muitos: o e-commerce é o canal preferido dos jovens compradores, pois é bastante prático e contribui para reforçar o posicionamento internacional de uma marca.

Como criar um sentimento de exclusividade, no e-commerce, de uma marca de luxo?

Mantenha uma comunicação e um design da marca diferenciador;

Crie uma experiência diferente e única para o cliente com um e-commerce de luxo;

Experimente eventos online direcionados para o seu público-alvo;

Invista em marketing com influenciadores;

Cuide da entrega dos produtos de luxo do seu e-commerce;

Embalagem: um fator de satisfação para o seu cliente.

 1. Mantenha uma comunicação e um design da marca diferenciador

A chave para a estratégia de um e-commerce, no setor de luxo, é recriar uma imagem premium do seu site. Acima de tudo, é requerido um web design e uma comunicação de acordo com a imagem que a marca quer ter na sua loja física ou na publicidade tradicional.

Vamos, portanto, dar algumas dicas para o conseguir:

  • Crie um site de acordo com a imagem da sua marca, mas que seja adaptado caso seja necessário. As grandes marcas estão acostumadas a comunicar através dos mídia tradicionais, cujos códigos de comunicação diferem dos da web.
  • Crie um guia de estilo específico para outros canais de comunicação na web: vídeo, social mídia (cada rede social tem requisitos específicos), blog, etc…
  • Otimize o fluxo de compras do seu e-commerce. Por exemplo, quando falamos em luxo e e-commerce, estamos a referir-nos a criar uma verdadeira experiência de compra online.

 

Na falta de rotura de stock, deve de apresentar uma alternativa de forma a satisfazer o desejo de compra do seu cliente.

  • Utilize a publicidade tradicional (TV, impressa, etc.) para criar publicidade na web. A sua estratégia de marketing, na web, pode ser inspirada nas suas campanhas tradicionais! Por exemplo, considere a criação de vídeos para promover nas redes sociais (de forma orgânica e através de publicidade paga) para divulgar a imagem da sua marca de luxo online.

 2. Crie uma experiência diferente e única, para o cliente, através de um e-commerce de luxo

Um dos elementos principais no sucesso das marcas de luxo é a exclusividade, pois são caraterizadas por ser uma experiência de compra totalmente diferente. Os objetivos do setor de luxo, no e-commerce, passam por proporcionar um momento atemporal, diferente e personalizado.

Portanto, deve de criar uma experiência de luxo, no seu e-commerce, que seja consistente com os seus pontos de venda. Para tal, deve de considerar:

  • Ser recetivo na web. Disponibilize ferramentas que possam ajudar os clientes nas suas decisões de compra através de chats, redes sociais, etc. Por exemplo, seria interessante proporcionar um espaço onde fosse possível estabelecer uma videochamada, de forma a apoiar e estreitar a relação com os seus clientes.
  • Centre-se na inovação para criar o seu e-commerce de luxo. Por exemplo, considere a oferta de produtos personalizados ou de produtos virtuais. A Gucci, por exemplo, lançou uma campanha no Snapchat que promoveu o seu calçado, usando a tecnologia Try-On. Com a criação desse filtro, no Snapchat, foi possível que os seus clientes experimentassem virtualmente vários modelos.

Fortaleça a imagem da sua marca de forma tradicional e ao mesmo tempo alcance o maior número de pessoas possível.

3. Experimente eventos online direcionados ao seu público-alvo

Acima de tudo é inegável: a comercialização do luxo tradicional não pode prescindir de eventos, nomeadamente para desenvolver a notoriedade das marcas na imprensa.

E se eles mudassem para eventos digitais? Considere, por exemplo, o lançamento de:

  • Eventos online, como eventos físicos de “vendas privadas”. Por exemplo, a marca de luxo Bulgari oferece uma aplicação específica dedicada a uma das suas coleções de jóias, onde vários modelos extremamente luxuosos são apresentados virtualmente, com uma representação mais próxima possível da realidade. Até agora, a apresentação desta coleção foi organizada fisicamente, na presença dos melhores clientes da marca e jornalistas.
  • Social selling (vendas em direto). Algumas marcas de luxo estão a apostar neste processo que consiste na transmissão, em direto, da venda privada de produtos. Na China, em 2019, as social selling explodiram e a partir daí este fenómeno tem vindo a ganhar cada vez mais importância. Estima-se que pouco mais de 60.000 vendas em direto originaram 400 milhões de utilizadores no Taobao.

4. Invista em marketing com influenciadores

Não pode perder a tendência do marketing digital: marketing de influenciadores. Para uma marca, trata-se de ganhar visibilidade com influenciadores especializados, que promovam produtos para os seus seguidores de forma mais ou menos direta.

Está provado que este método é o melhor para o setor de luxo, pois permite que se crie um forte vínculo com o seu público-alvo, levando os seus seguidores até ao website da marca.

Para implementar essa estratégia, precisará de:

  • Entrar em contato com os influenciadores certos. Não use muitos influenciadores, lembre-se que deve de manter o sentimento de exclusividade típico do setor de luxo.
  • Criar em conjunto com o influenciador o conteúdo promocional que irão apresentar. Pense em lançar campanhas de conteúdo tendo o influenciador como protagonista, ou mesmo criar uma coleção ou produto específico com o influenciador.
  • Disponibilizar benefícios promocionais para o novo público-alvo. A ideia de exclusividade, implica também a implementação de códigos promocionais ou prémios exclusivos.
  • Criar embalagens diferenciadoras, para enviar aos influenciadores, para que eles possam criar conteúdo de unboxing. A última parte deste artigo irá ajudá-lo nesta etapa.

 5. Cuide da entrega dos produtos de luxo do seu e-commerce

Os utilizadores de e-commerce esperam entregas cada vez mais rápidas e inovadoras. E os consumidores de luxo não são exceção.

Portanto, certifique-se de:

  • Dar aos seus clientes a oportunidade de receber os seus pedidos através de diferentes métodos de entrega. Se a entrega no domicílio é um clássico, o Click&Collect para recorrer diretamente à loja física permite recriar um forte vínculo com o ponto de venda físico.
  • Escolha uma empresa de entregas que ofereça um seguro específico para os produtos de luxo.
  • Proteja as suas embalagens contra os roubos através de configurações de segurança adicionais. Considere fechar a sua embalagem com fita adesiva de segurança ou personalize a sua fita para saber se a embalagem não foi aberta.

 

6. Embalagem: um fator de satisfação para o cliente

Em suma, nos e-commerce de luxo, como em todos os outros setores, a embalagem é o primeiro contato físico que a marca estabelece com os seus clientes. Portanto, isso é fundamental para a imagem da sua marca e para a satisfação dos seus clientes.

Como tal, considere o seguinte:

  • Personalize a sua embalagem respeitando a imagem da sua marca. Por exemplo, transmita os seus valores através da personalização de embalagens Eco-Responsáveis ou incorpore chips de enchimento com as cores da sua marca.
  • Pense na devolução dos seus pedidos. Pode optar pela embalagem de “ida e volta” uma vez que esta possui duas fitas autoadesivas (uma para o envio do produto e outra para a sua devolução, caso seja necessária).
  • Pense em como as suas embalagens serão abertas. A apresentação das suas embalagens é ideal para que os clientes partilhem as suas experiências nas redes sociais, fazendo com que o unboxing seja uma apresentação original. Embalagens que sejam apresentadas, independentemente de qual for o setor de negócio, são essenciais para a comunicação online.

Do retalho ao e-commerce, o luxo ainda tem um futuro brilhante pela frente. Para isso, só tem que se saber adaptar às tendências de consumo e criar uma estratégia que seja diferenciadora.

    Os melhores temas