5 DICAS DE COMO REDUZIR O TAMANHO DA SUA EMBALAGEM (E OS CUSTOS DE ENVIO)

6  minutos de leitura25 julho 2021

Quando os clientes recebem uma encomenda, dentro da embalagem encontram três coisas: os produtos encomendados, os materiais de enchimento (que os protegem durante o transporte) e uma grande quantidade de espaço vazio. Da mesma forma, o espaço vazio é o resultado de um conjunto de falhas, durante o processo de embalagem, que faz com que as empresas percam, em termos globais, um total de 46 bilhões de dólares anuais, segundo o estudo da Forbes Insights para a DS Smiths.

Portanto, a pesquisa revela que “pelo menos um quarto do que os fabricantes enviam é espaço vazio”. E acontece que as transportadoras calculam a taxa de cada embalagem, que transportam, com base não apenas no seu peso real, mas também no seu peso volumétrico. Desta forma, cada centímetro cúbico de caixa é dinheiro que é desperdiçado. Ou seja: está a pagar mais pelo envio de ar.

Em conclusão, o gasto logístico que advém do uso de embalagens muito grandes é um verdadeiro desperdício. Portanto, é urgente tomar medidas para reduzir o peso volumétrico das encomendas da sua empresa ou do seu e-commerce. Acima de tudo, a boa notícia é que para conseguir isso basta seguir estas cinco dicas para reduzir o tamanho da sua embalagem e, além disso, os custos de transporte que estão associados.

1. Reveja os seus envios: quanto espaço vazio sobra?

Por exemplo, a primeira coisa que deve de fazer é efetuar uma auditoria aos seus envios. Além disso, também deve de rever as embalagens que usa para que, a sua ferramenta de gestão de encomendas ou o seu sistema ERP, seja uma grande ajuda. Deve, portanto, de ter em conta dois aspetos:

a) Características dos produtos

  • Natureza (líquidos, sólidos, frágeis, etc…);
  • Peso;
  • Tamanho.

b) Embalagens usadas

Por exemplo, este estudo permite identificar os casos em que o espaço vazio é verdadeiramente notável e estabelecer prioridades para reduzir o tamanho da sua embalagem.

2. Adapte a embalagem às caraterísticas dos seus produtos

Agora que sabe por onde começar, é hora de otimizar a sua embalagem. Por exemplo, avalie em que situações é mais adequado para si apostar:

Além disso, com a auditoria das suas encomendas, terá conseguido identificar um standard comum, no seu tamanho ou na sua tipologia. Depois disso, conseguirá ajustar bem as medidas da sua nova embalagem. Na RAJA, ajudamos-lhe a encontrar o tamanho certo da embalagem:

  • Box Selector, para caixas personalizadas. Com mais de 900 referências ao seu dispor.
  • Bag Selector, para sacos personalizados. Com 800 formatos em stock.

“Destacamos o trabalho conjunto com a RAJA na procura por tipos de embalagens: filme, fitas e material de armazenamento. A RAJA aconselha-nos sempre. Além disso, permitiu-nos agrupar todas as compras do material de armazém num único fornecedor.”

                                                                                                           Víctor Layunta (Diretor de Logística da Pecomark)

3. Envolva toda a empresa na redução do tamanho da embalagem

Acima de tudo, o processo de otimização das embalagens deve de ser participativo e envolver os diferentes departamentos da empresa, ou não funcionará. Lembre-se de que de nada adianta acabar com o espaço vazio das suas embalagens se isso atrapalhar as suas tarefas internas, ou se enfraquecer a experiência de compra do seu cliente. Principalmente na hora deste fazer o unboxing. No entanto, para evitar isso, deve de procurar a opinião destas três áreas:

Produção

Utilize uma embalagem que seja fácil de manusear, que seja segura e que permita embalar da forma mais rápida possível.

Marketing e Atendimento ao Cliente

Pesará a imagem da marca, a interação com o cliente e o impacto da embalagem na perceção da sua empresa, tal como a intenção de compra.

Logística e Transporte

Aposte numa embalagem mínima, com menor peso e volume.

4. ‘Teste e Aprenda’: faça testes numa pequena escala

Da mesma forma que decidir quais as mudanças que deseja aplicar para reduzir o tamanho da sua embalagem, sugerimos que recorra também à metodologia “Teste e Aprenda”. Ou seja, faça, por exemplo, alguns testes em pequena escala, com um número reduzido de encomendas e de clientes.

Nesse teste, deve de ter em conta duas variáveis-chave:

  • Resistência da embalagem: agora que o seu tamanho é mais pequeno, continua a proteger adequadamente os produtos durante o seu transporte? Faz com que os mesmos cheguem em boas condições ao seu destino?
  • Experiência do cliente ao abrir a sua encomenda: pergunte diretamente ou, se necessário, aceda às ferramentas online que medem o Net Promoter Score, ou seja, o índice de fidelização do cliente a uma determinada marca.

5. Trabalhe com um fornecedor de embalagens que seja flexível e eficiente

Em conclusão, nem todos os fornecedores de embalagens são capazes de se adaptar às necessidades dos seus clientes com eficiência e rapidez. Portanto, nesta nova fase em que pretende reduzir o tamanho da sua embalagem sem comprometer a qualidade que distingue o seu nível de serviço, é fundamental que encontre um parceiro que esteja ao seu nível.

“Uma das coisas mais importantes para mim, que estou sempre acelerada, é a rapidez. Preciso de fornecedores rápidos nas respostas aos e-mails e telefonemas, tal como no envio das encomendas. Com a RAJA é tudo muito mais fácil e rápido: alta qualidade dos produtos, excelência no atendimento ao cliente e nos curtos prazos de entrega das encomendas.”                                                                         Marta Carriedo (influenciadora e fundadora da loja online martacarriedocollection.com)

Na RAJA somos líderes no setor, com até 5 000 referências sempre em stock, atendimento personalizado para grandes contas e entregas em 48/72 horas. Contacte-nos e iremos aconselhá-lo/a sobre como otimizar a sua embalagem da forma mais adequada. Siga estas 5 dicas para reduzir o tamanho das suas embalagens (e poupar nos custos) connosco!

    Os melhores temas